Genealogia


Neste Blog você encontra algumas notas a respeito da genealogia da Familia Floriani.

Certamente, o resultado mais importante dos estudos realizados sobre a genealogia está em nossa árvore genealógica. Os dados estão disponíveis no site MyHeritage uma árvore genealógica,onde também podemos compartilhar fotos e histórias da família. 

Em agosto de 2013 tinhamos 2509 nomes em nossa árvore, são 136 colaboradores registrados que podem manter as informações atualizadas.



  
Você pode me encontrar na árvore neste link: Guilherme dos Santos Floriani.


Restaram dúvidas a respeito da história da familia, lacunas documentais e falta de informações a respeito da árvore genealógica. E claro, crescia cada vez mais a vontade de conhecer as origens da família, visitar os Floriani em solo Italiano. 

Neste Blog você encontrará alguns artigos sobre a história da imigração que podem ajudar a descobrir sua origem familiar.
 

Créditos

Esta árvore resulta de um trabalho incrível. E gostaria de destacar a dedicação incansável de Jordina Rita Floriani Goulart e Paulo Floriani. Tive a oportunidade de ajuda-los a orgnizar os dados do ramo formado pelo casal de imigrantes Giovanni Maria Floriani e Domenica Tiso, dos quais nós três descendemos.  

Nossa Árvore Genealógica conta com quatro ramos familiares que  provavelmente vieram ao Brasil em 1875. 


O ramo de "Marco Antônio e Elisabeta Floriani" agrega informações enviadas por Andre Floriani e Cristina Orlandi, além da importante contribuição de Antônio Carlos Floriani, Cláudio Floriani, entre tantos outros.  





História da Árvore Genealógica


A mais extensa árvore genealógica da familia Floriani no Brasil esta na internet desde 2008. 

Sua elaboração contou com a facilidade de comunicação proporcionada pela internet. Além da iniciativa capitaneada por Circulos Trentinos, surgiram 6 comunidades da família entre usuários do Orkut, movidos pela curiosidade e interesse em conhecer familiares distantes ou rever parentes distantes. A cerimônia de assinatura coletiva dos pedidos de dupla cidadania reuniram milhares de pessoas em Curitiba e outras capitais, aproximando ainda mais gente que à muito não se via ou nem se conhecia.

Havia uma árvore genealógica em Porto Alegre feita com um software, e com tanta gente interessada foi um pulo para surgir uma árvore genealógica extensa.

Em um esforço inicialmente disperso, se levantaram 100 nomes em Lages, 170 em Rio do Sul e mais de 300 em Jaraguá do Sul. Em pouco tempo agregaram-se dados de Joaçaba e Porto Alegre. 

Somente com muito estudo e análise de documentos antigos chegou-se ao formato atual da árvore, que está disponível em um site especializado em genealogia.  A sistematização da árvore genealógica foi iniciada em fevereiro de 2008, e em julho do mesmo ano já eramos mais de 1500 pessoas identificadas. Atualmente, em setembro de 2013, passamos de 2500 pessoas catalogadas.


Mas restaram dúvidas a respeito da história da família, lacunas documentais e falta de informações a respeito da árvore genealógica.  Mas como o trabalho é distribuído e as informações são socializadas, constitui um espaço de aproximação e de encontro da família.



Veja os artigos sobre:

Genealogia da Familia Floriani

História da imigração.