16 de outubro de 2013

Parampampoli, bebida típica da Valsugana.

Tivemos uma boa surpresa quando estávamos na casa de Gino e Franca Floriani. Depois do almoço Franca nos chamou para ver o que preparava no fogão. Era o Parampampoli, uma invenção local feita para aquecer o corpo e o espírito naquela terra fria de Villa Agnedo, Strigno e região da Valsugana. Ainda é muito pouco conhecida, mesmo sendo típica da terra dos nosso Floriani na Itália. 


"E' una bevanda ottenuta dalla miscelazione di caffè, vino, distillato di vino, miele e zucchero, le cui origini si perdono nel tempo. Servita alla fiamma e bevuta in compagnia degli amici rende più gioiose le ore trascorse insieme."

Parampampuli servido em canecas da Crúculo.



A empresa Crúculo, de Villa Agnedo, vende o Parampampoli pronto, mas é muito fácil e instigante de ser feito, vale experimentar.
Consegui um garrafão de grappa mas infelizmente Brasília/DF não tem um clima tão frio como o Sul do Brasil, o que seria ideal pra apreciar essa bebida, que é servida quente.

A receita básica que aprendi com a Franca é a seguinte:
1/4 de Grappa
1/4 de vinho tinto
1/4 de café passado
1/4 de açúcar.

Coloque tudo em um copo ou panela e aqueça no fogo, e dê umas balançadas para misturar, quando chegar o ponto de fervura, incline um pouco o recipiente até o líquido pegar fogo e sirva. 

Na minha opinião, o melhor é servir a noite ou reduzir a luminosidade do ambiente tornará o Parampampoli especial. No escuro, o fogo será muito atrativo, e o ritual para servir se tornará uma atração aos convivas. Pra isso as xícaras devem ser reforçadas, e se você servir com uma concha, vai derramar um pouco na lateral da xícara e na bandeja. Se não incendiar junto os móveis da casa a cena vai aquecer a festa.


Comente com o Facebook:

comentário(s) pelo facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...